Portes gratuitos para Portugal Continental nas compras superiores a 60€.

Baixar as expectativas. De quem? As nossas…

Escrito em 04 de Dez. de 2019

Baixar as expectativas. De quem? As nossas…

Atualmente temos fácil acesso a inúmeras aulas extra, explicações, atividades extracurriculares, eventos, brinquedos, materiais pedagógicos… Queremos proporcionar experiências, fomentar a aprendizagens, dar a conhecer outras realidades, disponibilizar outras oportunidades que não tivemos na nossa infância e tantas outras coisas. 


Mas, há sempre um mas não é verdade? Todas estas expectativas e necessidades são na realidade de quem? Nossas ou das crianças? 

* Dos adultos que gostariam de controlar mais do que aquilo que é possível…

* Dos adultos que algumas vezes se sentem perdidos e confusos…

* Dos adultos que se questionam se estão num bom caminho e a desempenhar um bom papel enquanto mãe | pai…

* Dos adultos que têm dúvidas se aquilo que fazem é suficiente… 


No final, o que temos? Adultos assoberbados e cansados em dar o melhor de si + crianças confusas e assoberbadas porque apenas querem ser crianças. 


As crianças precisam de tempo para não fazer nada. E por nada entende-se tempo livre, tempo sem atividades muito ou nada estruturadas. As crianças precisam de espaço para serem crianças, livres, sem certos ou errados, com a certeza de que podem imaginar, criar, correr, explorar o meio que a rodeia, pintar, ser um rei ou uma rainha, saltar nas poças ou rebolar na relva.


As crianças não precisam de muito para serem felizes… por muito, referimo-nos a brinquedos e bens materiais. As crianças precisam de se sentirem amadas, protegidas, com um colo e um abraço que as ampara, uma voz que as acalma, pais presentes com a cabeça e o coração.


×